Voltar

Economia

Governo avança que está a preparar medidas para baixar prestação da casa

Economia

Governo avança que está a preparar medidas para baixar prestação da casa


Mecanismo estará acessível a todos os contratos e durará dois anos. A previsão é que seja aprovado esta semana, disse o ministro das Finanças, Fernando Medina.

Depois de mais um aumento das taxas de juro por parte do Banco Central Europeu (BCE), o Governo avança que está a preparar um mecanismo para ajudar a baixar - ou a estabilizar - a prestação para quem tem crédito à habitação, que passa pelo congelamento do valor a pagar por dois anos. Mecanismo estará acessível a todos os contratos e vai durar dois anos.

O objetivo passa por "estabilizar as prestações durante um determinado período, isto é, devolver tranquilidade às famílias num período de subida das taxas de juro, para proteger da incerteza, do risco e da incerteza destas subidas sucessivas".

Os detalhes da medida, que está a ser trabalhada com o Banco de Portugal (BdP), ainda estão a ser ultimados. Contudo, segundo o "Expresso", as famílias com empréstimos passam a poder optar pela solução que reduzirá de imediato a taxa de juro associada ao crédito, fixando o valor a pagar mensalmente durante dois anos. Passados esses dois anos, a redução será compensada nas prestações seguintes até ao fim do empréstimo, de forma gradual.

Ou seja, na prática, as famílias acabam por pagar o mesmo - e os bancos também recebem o mesmo - mas o valor da dívida e o atual esforço criado pela subida das taxas de juro será distribuído de forma mais estável no tempo, explica o semanário.



PUB
PUB

Revista RVP-Ovibeja 2024

PUB
PUB

Concertos

Taylor Swift aterrou no aeroporto em Beja

Acabou de tocar...

Grande feira do Sul 2024 registada pela Voz da Planície, em fotografias

BEJA meteorologia
Top
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização.