PROTESTO DE ERVIDEL CORREIOS LISBOA

Em nota de imprensa, a Junta de Freguesia de Ervidel, afirma que as várias Juntas e suas populações, de vários pontos do País, marcaram presença e que todas participaram naquele protesto com o mesmo propósito, a defesa do serviço público de correios e a exigência da reabertura das estações que foram encerradas.

O documento refere, igualmente, que membros do Sindicato Nacional dos Trabalhadores dos Correios e Telecomunicações, alguns deputados da Assembleia da República e os presidentes de Junta presentes usaram da palavra, tendo feito referência à falta de diálogo e à pouca sensatez da Administração dos CTT em todo estes cortes, nos direitos das populações, simultaneamente, foram também apontadas responsabilidades aos governantes que assistem a todo este processo escandaloso de encerramentos e degradação generalizada de serviços de correios, sem tomarem posição em defesa das populações e em defesa da qualidade e, da própria existência do serviço público de correios, ou ainda, a determinação em privatizar uma empresa que dá lucros avultados ao Estado português.

A nota de imprensa de Ervidel frisa ainda, que no final permaneceu o sentimento partilhado entre os presentes de que a luta terá de continuar e que outras acções se seguirão em defesa do serviço público de correios.

 

Comente esta notícia