Voltar

Sociedade

Estratégia nacional de proximidade com municípios para sem-abrigo

Sociedade

Estratégia nacional de proximidade com municípios para sem-abrigo

Foto: Pixabay

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social sublinhou que o Governo está a desenvolver a estratégia nacional dos cidadãos em situação de sem-abrigo numa perspetiva de proximidade com as autarquias, referindo o Porto como um bom exemplo.

“O Porto é um belíssimo exemplo do que está a ser feito por uma autarquia” no que se refere ao trabalho que tem sido feito junto dos sem-abrigo “e, portanto, a minha vinda aqui também é uma mensagem de articulação”, afirmou Rosário Palma Ramalho.

A ministra que falava aos jornalistas no final de uma reunião na Câmara Municipal do Porto e de uma visita ao Centro de Acolhimento Temporário Joaquim Urbano, de gestão municipal, referiu que “há vários entendimentos sobre a metodologia melhor a adotar (para lidar a realidade dos sem-abrigo) e sobre as sinergias que se irão desenvolver”.

Rui Moreira disse esperar que “este Governo olhe para a questão dos sem-abrigo, não tanto em termos de anúncios, mas mais em termos daquilo que é a ligação ao território, porque os municípios, (...) podem fazer mais e melhor”.

E acrescentou: “Vamos ter aqui um conjunto de habitações sociais e gostaríamos de poder alargar as valências que aqui temos. Compreendemos que estas coisas não dependem da senhora ministra nem de mim, mas não deixamos de referenciar essa matéria e também de explicar o que é e qual tem sido a nossa estratégia junto da população sem-abrigo e não só”.

Parte das instalações do antigo Hospital Joaquim Urbano estão cedidas à Câmara do Porto, a título de comodato, pelo Centro Hospitalar Universitário de Santo António para o desenvolvimento de um Centro de Acolhimento Temporário para 40 pessoas em situação de sem-abrigo, Centro de Emergência Social para 30 pessoas, cozinha centralizada da rede de restaurantes solidários municipais, oficinas e equipa de animação e integração, entre outras valências.

Segundo a autarquia, aguarda-se autorização de utilização de um bloco, do Ministério das Finanças, “há mais de um ano”, para a abertura de uma Estrutura Residencial de Baixo Limiar, financiada pelo Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).


PUB
PUB
PUB

Música

Diogo Zambujo Lança single de estreia "O Mundo Sou Eu"

Acabou de tocar...

Grande feira do Sul 2024 registada pela Voz da Planície, em fotografias

BEJA meteorologia
Top
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização.