Voltar

Cultura

Morreu o artista plástico Luís Camacho aos 68 anos

Cultura

Morreu o artista plástico Luís Camacho aos 68 anos

Foto: Pixabay

O artista plástico Luís Camacho morreu hoje, aos 68 anos, vítima de doença oncológica, numa unidade hospitalar, em Lisboa, revelou à agência Lusa fonte próxima da família.

A mesma fonte informa que o funeral do artista, natural de Moura, realiza-se amanhã, dia 12 de junho, às 11h45, naquela cidade alentejana, onde vai ser sepultado.

"Nascido em 1956, Luís Camacho estudou na Escola António Arroio e na Escola Superior de Belas-Artes, em Lisboa, onde viveu e trabalhou, num percurso artístico inserido na geração dos anos 1980, que renovou a arte contemporânea portuguesa, e da qual fazem parte, entre outros, Pedro Cabrita Reis, José Pedro Croft, Pedro Calapez e Pedro Casqueiro.

Com uma obra vasta e variada, incluindo a pintura, o desenho e a cerâmica, expôs pela primeira vez em 1974, e na sua obra inicial optou por desenhos e pinturas a acrílico adotando formatos esguios de figuras-signos transparentes, de grandes dimensões, num fundo indefinido", segundo dados da Infopédia.

Os títulos que deu às suas obras oscilam entre a visualidade genérica e o apelo à livre associação de imagens, como "Paisagem para Um Fruto" (1983), "Sítio" (1986), "Amo-te" (1986) e "Carne" (1988).

Na década de 1980, foi representado pela Galeria Leo, no Bairro Alto, e nos anos 1990 pela Galeria Palmira Suzo, na Rua das Flores.

É também autor de obras de arte pública, entre as quais o grande painel de azulejos da Rua da Mãe de Água, no Príncipe Real, criada no âmbito do projeto Sétima Colina, da Lisboa 94 - Capital Europeia da Cultura.

Era amigo do artista plástico e poeta Mário Cesariny (1923-2006), "que constituiu sempre para ele uma referência moral de liberdade e de libertação", recordou à Lusa fonte próxima do artista: "A sua atitude discreta e reservada, levava a que não estivesse tão visível quanto merecia".


PUB
PUB
PUB

Música

Linda Martini estreiam "Uma Banda"

Acabou de tocar...

Grande feira do Sul 2024 registada pela Voz da Planície, em fotografias

BEJA meteorologia
Top
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização.