Paulo Arsénio

A candidatura para a expansão da Área de Acolhimento Empresarial de Beja, na sua expansão para Norte, no valor de cerca de 1 milhão e 900 mil euros, prevê a infraestruturação de uma área superior a 60 m2, de melhores acessibilidades, condições de circulação e de segurança rodoviária, que permitirá a criação de 22 lotes adicionais, para instalação de atividades industriais. Paulo Arsénio, presidente da Câmara de Beja, considera que esta é uma boa notícia e frisa que a aprovação desta candidatura reduz substancialmente o esforço financeiro da autarquia nesta concretização.

Ainda segundo Paulo Arsénio no final do próximo ano já será possível começar a instalar empresas na Área de Acolhimento Empresarial de Beja, na sua expansão a Norte.

Foi aprovada, também, uma outra candidatura que prevê a Reabilitação da Muralha, já concluída na parte candidatada e Logradouro do Clube Bejense. Esta candidatura num montante superior a 300 mil euros, e apoiada em 85%, prevê a realização de obras de reabilitação que estão associadas a anteriores e futuras recuperações do conjunto edificado envolvente, que foram o edifício do Clube Bejense, atual Centro UNESCO e o Parque da Vista Alegre. As declarações são, igualmente, do presidente da autarquia bejense, Paulo Arsénio.


Comente esta notícia