Alberto Matos

Para Alberto Matos há um tempo novo, resultante da nova relação de forças que saiu das legislativas de 4 de outubro e do facto, do BE ter aumentado exponencialmente a sua votação e da CDU ter subido. Para este responsável distrital foi o resultado do BE que contribuiu para o desbloqueamento das forças políticas à esquerda.

Alberto Matos referiu, igualmente, que o país precisa de respirar e de criar melhores condições para as pessoas, para que a economia possa começar a mexer.

Nesta conversa, Alberto Matos avançou que é preciso centrar atenções nas presidenciais que se aproximam, que a esquerda vote em massa na primeira volta, nos seus candidatos, assim como numa segunda volta, naquele que for contra Marcelo Rebelo de Sousa.

Sobre a região defendeu que é urgente concluir IP8 e IP2, assim como eletrificar a linha férrea Beja-Casa Branca. Deixou ainda, o compromisso de que o BE vai levar ao parlamento a proposta de uma nova lei quadro para as autarquias e chamou a atenção para o projeto-lei, contra o trabalho escravo, que o Bloco apresentou ontem, na Assembleia da República.

Terminou referindo que é preciso continuar a trabalhar e a lutar pela melhoria das condições de vida da população.


Comente esta notícia