Voltar

Sociedade

O que se come no Natal em Portugal?

Sociedade

O que se come no Natal em Portugal?


O bacalhau, à partida, pode parecer ser o rei do Natal em Portugal, mas há zonas do país em que isso não se verifica. A revista Visão fez em 2016 uma recolha das receitas natalícias tradicionais de cada zona de Portugal,  junto das entidades regionais de turismo e concluiu que as opções são muito variadas e diferenciadas.

No Alentejo, o bacalhau, cozido ou assado no forno, é degustado na consoada e no almoço do Dia de Natal come-se, tipicamente, o galo, tostado ou assado, mas há quem prefira o cabrito assado. No que toca aos doces, os alentejanos comem as conhecidas filhós, leite creme e coscorões. Além disso, as azevias de grão, o nogado e as encharcadas são também opções nesta quadra.

No Algarve, a ceia de Natal é feita ou com um prato de carne ou de peixe, em que o galo de cabidela e o bacalhau cozido são opções e no almoço do Dia de Natal comem-se os restos e assam-se carnes de borrego ou peru. Em algumas zonas também se come leitão. As sobremesas passam pelas filhós, rabanadas, sonhos e leite creme, os algarvios juntam a tarte de amêndoa, as empanadilhas e as encharcadas, importadas do Alentejo e o Morgado de Amêndoa.

Da Beira Alta à Beira Baixa o bacalhau cozido é rei na consoada e no Dia de Natal, o almoço é com carne assada, de cabrito ou de peru. Arroz doce, sonhos, rabanadas e Bolo Rei são as sobremesas de eleição. As tigeladas, as papas de carolo e as filhós de joelho também são doces tradicionais desta altura do ano. 

Na Beira Litoral, o bacalhau cozido também impera na noite de Natal, assim como o polvo. No almoço do Dia de Natal come-se carne assada, de peru, de porco ou de cabrito. Quanto a doces, na Beira Litoral não existem propriamente pratos típicos, mas, na região de Aveiro, comem-se os ovos moles. De resto, na mesa de Natal não podem faltar as rabanadas, as filhós, os sonhos, a aletria, os frutos secos e o Bolo Rei.

A zona de Lisboa e Vale do Tejo caracteriza-se por reunir um conjunto de receitas típicas de várias pontos do país, trazidas pelo fluxo migratório do século XX. Na ceia, come-se o bacalhau cozido com todos e peru assado. No almoço de Natal serve-se carne assada de cabrito, peru ou borrego. Nas sobremesas imperam as rabanadas e comem-se filhós, sonhos, aletria, lampreia de ovos, azevias e Bolo Rei.

No Minho e no Douro Litoral, o bacalhau cozido é rei na ceia de Natal e no final da refeição, não se levanta a mesa, para que as alminhas e os anjos possam saciar-se. No almoço do Dia de Natal serve-se roupa velha ou farrapo velho feita com os restos, além disso, também é costume comer-se cabrito e peru assado. À sobremesa comem-se as rabanadas de vinho, de leite ou de mel, que podem ser regadas com calda de açúcar. Também são tradicionais os sonhos, as filhós, o arroz doce, os bolinhos de abóbora-menina e de chila e os mexidos, uma mistura de açúcar, pão e frutos secos fervida em água.

Em Trás-os Montes e Alto Douro, as principais receitas  têm como ingredientes o bacalhau e polvo. Nalgumas casas come-se pescada frita ou congo frito. No almoço de Natal também se come roupa velha, assim como carne assada, de cabrito, cordeiro, borrego ou peru. A mesa de doces é recheada com leite creme, arroz doce, rabanadas, filhós, sonhos, pão de ló, farófias e Bolo Rei que, nalguns casos, é substituído pelo Bolo Inglês, também com frutos secos.

Na Madeira comem-se pratos mais leves na ceia de Natal e no Dia de Natal, o almoço é com carne Vinha e Alhos ou bacalhau cozido. Os madeirenses comem Bolo de Mel, ao qual juntam sobremesas mais leves, com fruta, salada de fruta, pudim de maracujá, tangerinas, ananás, tomate inglês e, ainda, o "fruto delicioso", uma espécie de banana ananás.

Nos Açores come-se bacalhau com todos, ou canja de galinha. Há ainda quem coma torresmos com inhames e Morcela com batata doce, estes dois últimos pratos são tradicionais na ilha de São Jorge.No dia seguinte, os pratos vão desde peru e frango assados no forno com recheio de pão e miúdos (Terceira, Flores e São Miguel), ao frango com debulho e borrego assado (São Jorge), passando por cozido (Graciosa), polvo assado ou guisado (Terceira, Graciosa e Santa Maria), molha de carne com inhames e sopas de pão de trigo (Pico), lulas à moda das Ribeiras e ainda há espaço para a roupa velha (feita com os restos do bacalhau com todos do dia anterior). As sobremesas são com Bolo de Natal (feito com frutas cristalizadas), arroz doce, queijadas e  pasteis de arroz (Graciosa), pão de ló, Bolo de nozes, Bolo de laranja, filhós, coscorões, rabanadas, Bolo Rei e figos passados. Para acompanhar, os açorianos bebem licores caseiros, aguardente de canela e Vinho do Porto.


PUB
PUB

Revista RVP-Ovibeja 2024

PUB
PUB

Concertos

Taylor Swift aterrou no aeroporto em Beja

Acabou de tocar...

Grande feira do Sul 2024 registada pela Voz da Planície, em fotografias

BEJA meteorologia
Top
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização.