Castelo de Beja Site Banner

A empreitada tem um valor total de 249.342,65€, acrescidos de IVA, e conta com um prazo de execução de 6 meses.

As obras foram precedidas de uma análise técnica pormenorizada à estrutura do edifício, na sequência da qual foi encontrada uma solução em função dos problemas identificados, pelo que só agora foi possível a sua adjudicação frisou Vítor Picado. O vereador explicou também, que de acordo com o projeto, será necessário proceder à desmontagem e remontagem de todas as varandas da torre e dos merlões, à substituição dos elementos fraturados, ao tratamento com biocida e herbicida das superfícies exteriores da torre, à colmatação de lacunas e ao preenchimento de juntas das alvenarias. Será ainda necessária a intervenção urgente nas escadas interiores em caracol, que também apresentam alguns problemas estruturais. Vítor Picado destacou ainda, o papel preponderante da Direção Regional da Cultura do Alentejo, no desenvolvimento e acompanhamento deste procedimento.

Recorde-se que a derrocada parcial da varanda da Torre de Menagem do Castelo de Beja ocorreu a 13 de Novembro de 2014, levando o Município de Beja a desencadear uma intervenção de emergência destinada, no essencial, a escorar os elementos arquitetónicos em risco, com o objetivo de evitar o alastramento da área de instabilidade e assegurar os níveis indispensáveis de segurança.

span>a Escola Superior de Tecnologia e Gestão do IPBeja, propôs o funcionamento do curso de Engenharia Informática em regime de ensino a distância, para o próximo ano letivo.


Comente esta notícia

Muito bom. Curiosamente, outras rádios locais e arautos da desgraça que tanta pressa tiveram em fotografar e fazer notícia - diria antes sangue, mas pronto - aquando da queda da varanda, agora estão tão caladinhos....uma obre desta dimensão, prazo previsto de execução de seis meses, até mesmo o curto espaço de tempo que demorou todo o processo, desde a queda até à resolução, se calhar não é noticia.....

Maria Coelho

30/11/-0001