Voltar

Política

Legislativas 2024: PCP apresenta manifesto eleitoral para "desenvolvimento integrado do Alentejo"

Política

Legislativas 2024: PCP apresenta manifesto eleitoral para "desenvolvimento integrado do Alentejo"

Foto: Rádio Voz da Planície de Beja

A Direção Regional do Alentejo (DRA) do Partido Comunista Português (PCP) revelou, ontem, em Beja, Évora, Portalegre e Vila Nova de Santo André, o Manifesto Eleitoral do PCP “O Alentejo tem futuro - Mais CDU, vida melhor”. Um documento com 13 propostas que "não significa caça ao voto, mas sim a certeza de que o Alentejo tem futuro com desenvolvimento integrado e progresso social, com potencialidades e necessidades que são transversais", afirma João Dias, cabeça de lista da Coligação, pelo distrito.

Em Beja, a conferência de imprensa foi no centro de trabalho do PCP e contou com as presenças de João Dias, cabeça de lista da CDU, pelo distrito, e de António Vitória e José Pós de Mina, membros da Direção Regional do Alentejo (DRA) e da Direção da Organização Regional de Beja (DORBE) do PCP.

Foi José Maria Pós-de-Mina quem explicou que este manifesto eleitoral "é um importante documento que sintetiza uma visão integrada de desenvolvimento para todo o Alentejo assente num conjunto de medidas e projetos concretos que abarcam uma visão de conjunto das suas necessidades e potencialidades". 

José Maria Pós-de-Mina identificou alguns dos aspetos que constam deste documento, nomeadamente "a criação da região administrativa do Alentejo, polinucleada, a revisão do plano regional de ordenamento do território, a criação de um plano de apoio à base económica, um olhar conjunto às infraestruturas, construindo um programa que junte todas as necessidades a este nível, ter em Alqueva um plano estratégico destinado a todas as suas áreas geográficas de influência na região, bem como avaliar os impactos dos investimentos pensados para Sines, no território, com a criação de um programa estratégico para a área territorial de Sines".


Foto: José Baguinho

"O Alentejo perdeu um deputado do PCP no parlamento e notou-se a falta de mais uma voz em defesa do território, das suas populações", sublinhou o cabeça de lista da CDU, por Beja.

João Dias acrescentou que é "necessário avaliar o que cada um faz no parlamento, na altura de decidir o voto" e que o manifesto eleitoral do PCP "- apresentando uma visão integrada para todo o Alentejo, com um conjunto de propostas, que a serem concretizadas fariam desta região uma das mais importantes do País, garantido a fixação de população e de investimento -, ajuda".

"O manifesto tem a perspetiva de um Alentejo integrado, valorizando cada uma das sub-regiões, com realidades e carências próprias mas, também, transversais, permitindo potenciar-se umas às outras, ou seja, valem pela soma e não pelas partes, na atividade económica, na mobilidade, nos serviços públicos. Um Alentejo uno e não fragmentado".


PUB
PUB

Revista RVP-Ovibeja 2024

PUB
PUB

Concertos

Taylor Swift aterrou no aeroporto em Beja

Acabou de tocar...

Grande feira do Sul 2024 registada pela Voz da Planície, em fotografias

BEJA meteorologia
Top
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização.