petição Plataforma Alentejo

O Secretariado da Plataforma Alentejo considera como muito positivo o balanço da atividade desenvolvida no período em análise, sublinhando a necessidade de prosseguir e intensificar essa atividade com uma nova fase de intervenção, no curto prazo, mais incisiva, tendo presente a importância, justeza, premência e interesse nacional das propostas que têm vindo a ser apresentadas e a possibilidade e necessidade de se ir mais longe nos resultados e compromissos já alcançados, designadamente nas soluções ferroviárias. As declarações são de Claudino Matos, do Secretariado da Plataforma Alentejo.

O Secretariado da Plataforma Alentejo considerando os novos elementos já disponíveis e o referido estudo da REFER decidiu, ainda, proceder à elaboração de uma exposição sobre as acessibilidades no Alentejo e solicitar ao primeiro-ministro e ao presidente da República audiências para a sua entrega e fundamentação. Está em cima da mesa, igualmente, a realização a 15 de Setembro de uma convenção do Alentejo sobre as acessibilidades (Marítimas, Aeroportuárias, Ferroviárias e Rodoviárias) e sobre o planeamento e ordenamento do território, considerando o facto da revisão do PROTA já estar em curso. As declarações são, também, de Claudino Matos.

O Secretariado da Plataforma Alentejo considera ser ainda possível recuperar parte importante do atraso existente na tomada de algumas decisões e introduzir ajustamentos, nalgumas decisões estratégicas anunciadas, que em muito poderão contribuir para o sucesso de alguns dos objetivos que têm vindo a ser publicamente assumidos pelo Governo, disse, ainda, Claudino Matos.


Comente esta notícia