Herdade Dos Machados - Plenário

Francisco Farinho, da Comissão de Rendeiros da Herdade dos Machados, diz que a revogação do despacho, por parte do Ministério da Agricultura, "sara a ferida, mas não a trata".

Recorde-se que o despacho em causa determinava a saída dos rendeiros das terras da Herdade dos Machados, no concelho de Moura, até ao final do mês que passou e que agora, com esta revogação, podem ficar até 2018. Para Francisco Farinho, esta revogação significa apenas a resolução parcial do problema e explica porquê.

Francisco Farinho frisou também, que os contratos ficam em vigor até 2018, mas que a intenção dos rendeiros é resolver em definitivo esta questão, com este, ou com outro Governo. Acrescentou que isto significa que vão continuar a lutar pela permanência nas terras da Herdade dos Machados para lá de 2018, como determinou Sá Carneiro.


Comente esta notícia