Voltar

Agricultura

Rui Garrido diz que “agricultores são os maiores ambientalistas”

Agricultura

Rui Garrido diz que “agricultores são os maiores ambientalistas”


A ACOS manifesta, em comunicado, a sua solidariedade “com todas as ações em defesa de um planeta mais limpo e sustentável”. De acordo com Rui Garrido, presidente da ACOS, os agricultores “são os maiores ambientalistas” e, no âmbito do combate às alterações climáticas “nada pode ser feito sem eles”.

Na nota de imprensa, a ACOS recorda que os últimos dias ficam marcados pela Cimeira de Ação Climática, que decorreu em Nova Iorque, pela mão da ONU e, também, pela “ação climática observada, por parte de diversos sectores de atividade no nosso país, designadamente, escolas”.

Nesse sentido, a ACOS realça que “a defesa da sustentabilidade é um imperativo da ACOS, que procura unir esforços com todas as áreas do saber e setores de atividade de modo a que se consigam obter resultados mais consistentes”.

Rui Garrido afirma que prova do “grande contributo” que a ACOS dá “na defesa da sustentabilidade” foi o facto da Ovibeja deste ano ter decorrido sob o mote das “Alterações Climáticas e Agricultura”, tema que será novamente refletido e abordado, em 2020, na 37ª Ovibeja, numa edição que terá como tema “Agricultura Con(s)Ciência”.

O comunicado revela, também, que este ano, “a Ovibeja promoveu um seminário que reuniu alguns dos mais conceituados especialistas nacionais e internacionais, para discussão e reflexão, como tema principal, dos impactos das alterações climáticas, as suas consequências para a agricultura e o papel dos agricultores como guardiões da biodiversidade”.

No dia em que os líderes mundiais voltaram a encontrar-se na procura de soluções em defesa do planeta, a ACOS manifesta a sua solidariedade e sublinha que “há ambientalistas e ambientalistas”.

A ACOS frisa que “os agricultores que desenvolvem a sua atividade a céu aberto na produção de alimentos para todos, são os principais interessados na defesa do ambiente e são os principais agentes da defesa e proteção da biodiversidade”.

“Os agricultores defendem, por isso, a adoção de políticas ativas, nacionais e comunitárias, em defesa da agricultura e do mundo rural. E a criação de campanhas de comunicação que aumentem o conhecimento geral sobre o setor agrícola de modo a que possa ser respeitado e valorizado em função dos seus importantes contributos para a produção de alimentos e minimização dos impactos das alterações climáticas”. 


PUB
PUB
PUB

Música

Ana Bacalhau celebra a luta das mulheres em "Por Nos Darem Tanto"

Acabou de tocar...

BEJA meteorologia
Top
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização.