Serpa

Desde 6ªfeira que o centro histórico de Serpa está vestido a rigor para a recriação da época da Inquisição, com teatralizações e rábulas, música e dança, bombos e pifaradas, artes de fogo, tasquinhas com manjares e muita animação. 

Diariamente entre as 18.00 e a 1.00 hora da manhã, está agendada animação itinerante, saltimbancos, jogos e música pelas ruas do burgo, e também jogos e brincadeiras para os petizes, no Castelo, num evento que conta, na organização, com a assinatura da Câmara Municipal de Serpa.

Neste domingo, último dia, a conversa na Nora será sobre “A Família do Abade Correia da Serra e os Judeus de Serpa”, a cargo de António Maria de Assis, Investigador do Laboratório de Estudos Judaicos (ISCSP- Universidade de Lisboa). A tarde prossegue com o cortejo, desta vez subordinado à Inquisição no feminino, seguido de animação itinerante, dança e música, teatralizações e rábulas. A noite será animada com artes de fogo e a recriação da queima do condenado.



Comente esta notícia

Galeria de fotos