Voltar

Saúde

Colaboração entre Câmara de Moura e ULSBA na monitorização de mosquitos

Saúde

Colaboração entre Câmara de Moura e ULSBA na monitorização de mosquitos

Já terminou a participação da Câmara Municipal de Moura na campanha de 2023 da Rede Nacional de Vigilância de Vetores (REVIVE). Entre 2019 e 2022 foram detetadas, de acordo com os dados apurados, oito espécies de mosquitos, não tendo sido identificada espécie exótica.

Esta participação decorre no âmbito de um protocolo assinado entre o Município e a Unidade de Saúde Pública da Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA).

A criação da Rede Nacional de Vigilância de Vetores (REVIVE) deveu-se principalmente à necessidade de instalar capacidades nas regiões para aumentar o conhecimento sobre as espécies de mosquitos presentes, a sua distribuição e abundância, o impacto das alterações climáticas na sua distribuição e para deteção de espécies invasoras com importância na saúde pública.

Todos os anos, o Município de Moura colabora na recolha de ovos, larvas e mosquitos adultos contribuindo, desta forma, para o mapeamento das espécies de mosquitos e para detetar possíveis ameaças à saúde da sua população.

De acordo com os dados apurados entre 2019 e 2022 - com exceção de 2020 quando, devido ao COVID, não foram recolhidas amostras -, foram detetadas oito espécies de mosquitos na nossa região, todas fazendo parte da fauna natural de mosquitos em Portugal, não tendo sido detetadas, portanto, quaisquer espécies exóticas.


PUB
PUB
PUB

Música

Diogo Zambujo Lança single de estreia "O Mundo Sou Eu"

Acabou de tocar...

Grande feira do Sul 2024 registada pela Voz da Planície, em fotografias

BEJA meteorologia
Top
Este site usa cookies para melhorar a sua experiência. Ao continuar a navegar estará a aceitar a sua utilização.