SÍmbolo da CDU

Ao longo da legislatura, aumentou em muito o desemprego docente, não docente e de outros técnicos, levando por exemplo, a que mais de 40 mil docentes (através de despedimentos, aposentações e rescisões) saíssem da profissão, e que no caso do Alentejo a redução de professores foi 3 vezes superior à dos alunos. As declarações são do cabeça de lista da CDU, João Ramos, que acrescentou ser necessário valorizar a profissão docente e a não docente.

Estes contactos serviram também para a CDU defender a valorização do Instituto Politécnico de Beja (IPB), criando condições para a sua plena integração no sistema científico e tecnológico nacional e garantindo o carácter unitário do Sistema de Ensino Superior Público, e a valorização do Centro de Biotecnologia Agrícola e Agroalimentar do Alentejo (CEBAL) enquanto centro de investigação e produção de conhecimento, referiu ainda, João Ramos.

No final o cabeça de lista frisou que o guião da CDU passa, igualmente, por reafirmar a importância de se ter serviços públicos de qualidade que sirvam, sem discriminação, toda a população portuguesa, seja na educação ou em qualquer outra área social.


Comente esta notícia