Policia

 Em comunicado a PSP recorda que a capacidade de percepção visual do condutor diminuiu à medida que a velocidade aumenta, ficando o campo visual reduzido e o risco aumenta.

Durante a operação, a PSP afirma que tem uma  “atitude preventiva, proactiva e dissuasora da sinistralidade rodoviária” através do aumento e intensificação das acções de fiscalização de trânsito devidamente planeadas e especialmente direccionadas para a fiscalização do cumprimento dos limites de velocidade.

A PSP registou nos primeiros quatro meses deste ano na sua área de patrulhamento, os centros urbanos, 5.090 acidentes com vítimas, um aumento de 9.2% face ao mesmo período de 2018, que provocaram 52 vítimas mortais, mais 116,7%, 237 feridos graves, menos 4,4%  e 5.994 feridos ligeiros, mais 10,9%.



Comente esta notícia